sexta-feira, 24 de maio de 2013

Recomeço (Prefácil)


 (Talvez nem tudo na vida termine como você espera)

Então eu descobri que já tinha me apegado no momento em que estavamos sentados no jardim da minha casa e eu conseguia contar exatamente TUDO que eu precisava para ele, Joe era o amigo que eu sempre quis, se importava comigo, cuidava de mim, e mais importante de tudo, me aguentava, chorando ou rindo ele sempre estava lá.

-Então quer dizer que foi você quem roubou todos os brigadeiros da festa da escola?
-Foi - Eu não conseguia parar de rir me lembrando de como todos ficaram loucos se perguntando onde tinha ido parar os brigadeiros.
-Sua gorda. - Joe disse brincando.
-Ei, eu não comi tudo sozinha, quer dizer, não em um dia só.
-Como assim?
-Eu escondi todos na minha bolsa, trouxe para casa e comi em uma semana.
-Demi você é inacreditavel...

A conversa continuou por um bom tempo até Joe precisar voltar para casa porque já estava tarde, era assim que ocupava meu tempo todas as tardes, e por um bom tempo conseguia esquecer os problemas que sempre existiram, talvez o problema fosse eu não conseguir esquecer o passado, mas não é facil quando meche com os sentimentos...

Depois de subir para o meu quarto e literalmente me jogar em minha cama eu dormi, mas foi tão rápido que eu levei um grande susto quando meu despertador tocou, logo me troquei e fui para a escola... mas o que? Ao olhar em volta percebi que aquela era minha antiga escola, me perguntei como havia parado lá, tudo estava vazio, o que me permitia lembrar de coisas que eu não desejava, como quando aquela menina  idiota me disse que eu sempre seria uma "loser", ou quando aquele menino estupido me disse que eu nunca conseguiria ninguém porque eu era "feia"... eu não queria lembrar daquelas coisas mas eu não estava conseguindo controlar logo tive vontade de gritar  e liberar meus sentimentos; foi então que eu acordei chorando, lembrando, sem conseguir ignorar o que me foi dito, quem sabe eles não estavam certos?E isso me fazia sentir cada vez pior, foi então que eu fui até o banheiro fazer o que já não era novidade para mim... Sim, eu me cortava e não via isso como uma coisa tão horrível, na verdade, era um alivio para mim de toda a dor.

As vezes eu podia parecer uma pedra, mas na verdade todas elas eu apenas sentia e guardava tudo para mim, e isso me destruía por dentro de uma maneira que ninguém poderia imaginar.


E ai gente. Agora eu quero saber de vocês. Alguém se animou para ler?
Estarei a espera de comentários para próximas postagens. Beijos.

6 comentários:

  1. Agora me diga,como eu consegui sobreviver a uma história tão perfeita como essa?Cada dia mas inacreditável fica sua história :3
    posta logo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto amor, obrigadaa!!
      Fico muito feliz que tenha gostado. <3
      *-* Beijos.

      Excluir
  2. Aaah, desculpa, mas não consigo...
    Eu chorei, sério!! Já me senti como a Demi, acho que sou bem emotiva mesmo...
    Essa fic PROMETE!! Vai ser perfeita, apenas acho hahah'
    Aah, aliás, sou nova seguidora *-*
    O meu blog está no começo, inclusive é minha primeira fic, será que vooc poderia divulgar, visitar, sei lá? kkk' o endereço é jemiforeverinourdreams.blogspot.com , fique a vontade para comentar, criticar, sei lá, mas só pra saber se minha fic tá boa =p
    Enfim, pooste logo!
    Beeijos honey >.<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain amore, confesso que também não estava nos meus melhores momentos quando escrevi, então escrevi chorando.
      Estou com muitas esperanças para esse fic mesmo *-*
      Já estou te seguindo viu amore, assim que eu tiver tempo vou ler a sua sim, pode deixar.
      Postarei logo. Beijitos :*

      Excluir
  3. P-E-R-F-E-I-T-O
    Te divulgo com todo prazer!
    Posta logo, eu adorei!
    Beijo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada linda S2
      Logo logo vou postar prometo.
      Beijos. :*

      Excluir

Comentem aqui please *-*